A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Submission Underground 2  Live Stream

Este post também está disponível em: Inglês

Criada em 2008, a Atos Jiu Jitsu é uma academia liderada por Ramon Lemos e André Galvão, que em poucos anos conseguiu fazer um enorme impacto no Jiu Jitsu esportivo. Originalmente criada em Rio Claro, São Paulo – Brasil, a Atos conseguiu desde então se tornar numa das academias mais bem representadas na Califórnia, USA, onde ele abriu as portas pela primeira vez através André Galvão e mais tarde pelos prodígios do Jiu Jitsu, os Irmãos Mendes (Guilherme e Rafael) e a sua academia Art of Jiu Jitsu. Um time com uma forte incidencia nos pesos mais leves no começo, a Atos foi fortemente ligada ao desenvolvimento de posições novas no Jiu Jitsu esportivo, como a guarda 50/50 e da técnica de passagem de guarda apelidada de leg drag. Contudo a Atos Jiu Jitsu tem vindo a provar que é bem mais que um time de pesos leves tendo trazido bastantes atletas de outras categorias de peso nos ultimos anos.

Nome Atos Jiu Jitsu
Linhagem 1 Academia Gracie > Alliance Jiu Jitsu > TT > Atos
Linhagem 2 Academia GracieCarlson Gracie > Nova União > Atos
Fundação Outubro 2008
Fundadores Ramon Lemos & Andre Galvao
Diretor N/D
Primeiro Faixa Preta Rafael Mendes & Guilherme Mendes (2008)
Website N/A

Como Iniciou a Atos Jiu Jitsu

Ramon Lemos e André Galvão foram representantes da academia Brasa no auge da fama desse time. Ramon Lemos viera originalmente da Nova União, enquanto Galvão tinha trabalhado orientado por Fernando Tererê na academia TT. A academia Brasa na época era um autentica pedreira com uma quantidade absurda de lutadores e professores talentosos, como os irmãos Vieira (Leonardo, Ricardo e Leandro), Octavio “Ratinho”, Rodrigo “Comprido”, Demian Maia e muitos outros, a maioria destes vindo da academia Alliance após a sua ruptura (veja mais sobre isso na página da equipe Alliance Jiu Jitsu). Na Brasa, Ramon e André formaram uma amizade forte, ambos tinham muito em comum incluindo fortes crenças religiosas sendo ambos evangélicos. Em Outubro de 2008, quando a estrutura da Brasa começou a tremer, com os irmãos Vieira e alguns outros que deixam a equipe, Ramon Lemos veio a Galvão com uma proposta, que ambos formassem uma equipe com um forte impulso competitivo, bem como fortes fundamentos evangélicos os mesmos que ambos seguiam. Assim começou a Atos Jiu Jitsu.

O Nome Atos Jiu Jitsu

Como mencionado no paragrafo acima, ambos os líderes de equipe Atos eram cristãos, e o nome da equipe é um testemunho de sua fé, a palavra “Atos” vem de “O Livro de Atos” (Os Atos dos Apóstolos), que é o quinto livro do Novo Testamento, o livro de Atos descreve a história da Era Apostólica.

Atos, a Nova Geração do Jiu Jitsu

Assim como a equipe Atos abriu pro mundo do BJJ, imediatamente ela saiu dando umas cotoveladas e abrindo o seu próprio espaço a caminho do topo do jiu jitsu, medalhando cinco faixas pretas no Campeonato Mundial de Jiu Jitsu, e coroando o seu primeira faixa preta campeão mundial (Guilherme Mendes). A equipe tornou-se conhecida pelo seu uso persistente da guarda 50/50, que foi fortemente desenvolvida em Rio Claro, uma guarda que trouxe uma nova abordagem para as regras impostas pela IBJJF sobre cruzar o joelho (o knee reaping) na guarda, e que trouxe também muita polêmica sendo considerado um jogo chato e uma posição de estagnação/amarração pelos meios de comunicação social e pelas equipes rivais.

Polemica aparte a “Fifty-Fifty” se tornou parte do currículo natural do BJJ após o sucesso contínuo da Atos Jiu Jitsu em competições do calendario da IBJJF, e acabou sendo adotado como arma preferida de muitos competidores de jiu jitsu de equipes opostas. A Atos e os irmãos Mendes também têm sido associados ao desenvolvimento de outras posições, tais como o berimbolo e o leg drag.

Sendo considerado hoje um dos mais fortes times no pena e pluma no mundo. A metodologia da equipe e o foco no treino específico (drills), bem como outros meandros da academia trouxe reconhecimento de alguns dos maiores nomes do mundo do jiu jitsu que viajaram diversas vezes para os campos de treinamentos da Atos antes dos grandes eventos, nomes como Kyra Gracie e Mike Fowler (que entrou na equipe).

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN