A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Amaury Bitetti, atleta treinado pelo falecido Mestre Carlson Gracie é considerado por muitos como o melhor faixa preta de Jiu-Jitsu da década de 1990. Vindo da Academia Carlson Gracie se tornou por duas vezes campeão mundial da categoria absoluto, o primeiro lutador a conseguir esse feito. Amaury Bitetti lutou também MMA, sendo um pioneiro no esporte e um antigo lutador do UFC. Depois de terminar a sua carreira competitiva, Amaury se tornou um promotor de MMA de sucesso liderando a organização “Bitetti Combat”.

Amaury Bitetti Jiu-Jitsu

Nome Completo: Amaury Bitetti Filho

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Carlos Gracie > Carlson Gracie > Amaury Bitetti

Apelido: N/D

Principais Conquistas:

  • 2x Campeão Mundial do Absoluto (1996, 1997)
  • 2x Campeão Brasileiro (1998, 2000)
  • Medalha de Bronze no Mundial (1999)

Posição/Técnica Favorita: Passagem de Guarda

Categoria de Peso: Meio Pesado & Pesado

Academia: Academia Carlson Gracie

Biografia de Amaury Bitetti

Amaury Bitteti é filho de um amigo de infância de Carlson Gracie (também o pai se chama Amaury). Amaury sênior havia treinado com Carlson e era um dos sócios da famosa Academia Carlson Gracie na Rua Figueiredo Magalhães em Copacabana, onde muitos nomes grandes do esporte deram os seus primeiros passos no esporte, lutadores como De La Riva, Murilo Bustamante, Zé Mario Sperry entre muitos outros.

Conforme esperado Amaury Bitetti filho começou seu treinamento bem cedo, quando tinha 5 anos de idade apenas. Tendo começado tão jovem que quando começou a competir dominou o circuito juvenil com facilidade, uma supremacia que prevaleceu durante a maior parte da sua carreira. Existe até uma filmagem no youtube de Amaury com 10 anos, vencendo um torneio local e falando a um repórter acerca de ficar nervoso antes da competição. Com 17 anos o mestre Carlson o inscreveu num torneio como juvenil mas também no adulto de faixa preta. Seu pai não gostou muito da ideia mas permitiu que o seu filho competisse. Amaury acabou vencendo quatro medalhas de ouro no torneio, conquistando peso e absoluto em ambas as categorias de idade, juvenil e adulto.

Quando Carlson Gracie se mudou para os Estados Unidos para abrir uma academia lá e gerir a carreira de Vitor Belfort, o time do Rio de Janeiro perdeu um pouco da liderança e acabou se desmembrando. Alguns formaram a Brazilian Top Team (BTT), mas Amaury tomou um rumo diferente, se juntando a Osvaldo Alves, uma lenda do Jiu-Jitsu e um amigo de Carlson.

Amaury testou também o MMA, tendo uma curta carreira entre 1995 e 2000 em que alcançou um registro de 5 vitórias e 2 derrotas. Durante esse curto tempo no vale-tudo ele lutou maioritariamente nas categorias meio-pesado e pesado, sendo que nos dias de hoje com os padrões de perca de peso existentes lutaria provavelmente na categoria médio. Em pouco tempo Bitetti perdeu o interesse por lutar e desistiu do MMA.

Apesar da sua carreira como lutador ter terminado, os seus dias no MMA não chegaram ao fim. Sendo amigo dos Irmãos Nogueira (os lutadores do UFC Rodrigo “Minotauro” e Rogerio “Minotouro”) desde o final dos anos 80, foi convidado para ajudar a treinalos. Quando Rodrigo “Minotauro” abriu o seu training camp, convidou Bitetti para ser o treinador responsável pela parte de chão, um desafio imediatamente aceite pelo ás do Jiu-Jitsu. Amaury Bitetti é também o fundador de uma das principais organizações de MMA do Brasil a “Bitetti Combate”. Uma organização que ajudou a popularizar lutadores como Alexandre Pimentel, Fabio Maldonado or Glover Teixeira, relançando ao mesmo tempo as carreiras de outros como Pedro Rizzo e Ricardo Arona.

[fighter_data_por id=16]

Bittetti vs Fabio Gurgel

 

 

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN