A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Uma das verdadeiras lendas do MMA Antônio Rodrigo Nogueira, apelidado de Minotauro, é considerado por muitos o melhor peso pesado que o Jiu-Jitsu produziu para as Artes Marciais Mistas (MMA). Com uma auspiciosa carreira no Jiu-Jitsu no final dos anos 90, Minotauro se virou para o MMA, onde suas vitórias sobre lutadores emblemáticos como o membro do Hall of Fame do UFC Randy Couture & Mark Coleman e também Josh Barnet, Dan Henderson, Mirko Filipovic, Tim Sylvia (só para citar alguns) lhe garantiram títulos nas duas maiores organizações de MMA do Mundo (Pride e UFC).

Rodrigo Minotauro Jiu Jitsu

Nome Completo: Antônio Rodrigo Nogueira

Apelido: Minotauro, o nome da lendária criatura de Minos na mitologia Grega. O apelido foi colocado por um primo, brincando com o tamanho e a força de Nogueira. Rodrigo é também apelidado de “Big Nog” nos Estados Unidos que significa ‘Nogueira Grande’ para o diferenciar de seu irmão gemeo, o tambem lutador de MMA Rogério Nogueira (Minotouro).

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Carlos Gracie > Carlson Gracie > Ricardo De La Riva > Antônio Rodrigo Nogueira

Principais Conquistas:

  • Campeão do Pan-Americano (1999 marrom – peso & absoluto)
  • Campeão Brasileiro (1996 azul – absoluto, marrom)
  • Medalha de Prata no Mundial (1997 roxa)
  • Medalha de Bronze no Mundial (1999 preta)
  • Medalha de Bronze no Pan-Americano (1999 absoluto)
  • Medalha de Bronze no Campeonato Brasileiro (1997 roxa)

Posição/Técnica Favorita: Guilhotina, Triangulo & Raspagem da meia-guarda

Categoria de Peso: Pesadíssimo (mais de 100kg/221lbs)

Academia: Time Nogueira/Black House

Biografia de Antônio Rodrigo Nogueira “Minotauro”

Antônio Rodrigo Nogueira nasceu em Vitória da Conquista, no estado da Bahia, Brasil, em 2 de Junho de 1976. Seu pai era contabilista e sua mãe dona de academia. Por causa disso, Nogueira cresceu no ambiente de academia e começou treinando artes marciais muito novo junto com seu irmão gémeo Rogério Nogueira (Minotouro), com 4 anos de idade, se iniciando no Judô.

O conhecido acidente que deixou Rodrigo em coma por 4 dias aconteceu quando ele tinha 11 anos. Nogueira foi atropelado por um caminhão o que o deixou bastante contundido, com costela partida, fígado perfurado, rins e pulmões esmagados e uma rutura do tendão de Aquiles. Perdeu também parte de sua massa muscular dorsal, sendo por isso que tem uma notória falta nas suas costas. “Minotauro” sobreviveu miraculosamente mas teve de aprender a andar de novo e reaprender até as tarefas mais básicas. Por alguns anos após o acidente Rodrigo sentiu dores nas costas porque uma parte da sua musculatura estava em falta e ele não pôde regressar aos esportes de combate, e foi só com 14 anos que retornou ao Judô, e nessa altura estava já morando em Salvador tendo a sua família se mudado para lá de Vitória da Conquista.

Tentando aproveitar ao máximo o tempo perdido devido ao acidente, “Big Nog” começou adicionando esportes às suas atividades diárias, começando a praticar boxe com 15 anos, Jiu-Jitsu com 17 e até luta-livre aos 20. O seu primeiro instrutor de Jiu-Jitsu foi Guilherme Assad, que vinha da academia de Ricardo De La Riva. No JiuJitsu Nogueira encontrou um esporte em que ele se destacava, juntando ao seu percurso viagens frequentes ao Rio de Janeiro para treinar com o mestre do seu mestre, De La Riva, que resultou em bastantes medalhas nas categorias inferiores, culminando na sua graduação para faixa preta em 1999.

Sendo uma presença regular na Academia Carlson Gracie no Rio de Janeiro (também com ligação ao Mestre De La Riva), um time altamente focado no MMA, “Big Nog” começou a procurar competir no MMA. Com o crescimento do esporte no Japão na virada do século e depois de obter sucesso na organização Rings MMA, Rodrigo Nogueira foi convidado para lutar na liga dos pesados do Pride FC. Na altura o Pride estava se tornando a maior organização de MMA do mundo e Minotauro começou logo pegando pedreiras na sua estreia como a lenda Gary Goodridge e mais tarde Mark Coleman. Venceria o título pouco depois da luta com Heath Herring se tornando no processo um dos lutadores mais célebres no Japão.

O seu reinado como campeão do Pride FC foi longo e próspero, apesar de ter encontrado sua Némesis em Fedor Emilianenko, um lutador que destronou Antônio Rodrigo Nogueira. Depois do colapso da organização Pride, o contrato de “Minotauro” foi comprado pela Zuffa, a empresa por trás de outra grande organização de MMA, o UFC. Nogueira venceria o título interino também, contra Tim Sylvia, uma luta que ele finalizou com uma guilhotina.

A carreira de “Minotauro” no UFC tem tido altos e baixos, com muitos a atribuir suas derrotas ao desgaste do seu corpo devido às muitas batalhas já travadas no esporte. Mesmo assim, Antônio Rodrigo Nogueira é visto com uma dos melhores pesos pesados a já ter competido no MMA e um grande ícone do esporte.

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN