A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Uma das principais figuras norte-americanas nos campeonatos de Jiu-Jitsu e de Submission da virada do milénio, o havaiano Baret Yoshida medalhou no ADCC e no Mundial Sem Kimono, foi graduado faixa preta por Egan Inoue, tendo lutado contra lutadores de elite no Jiu-Jitsu e conseguido algumas vitórias em cima de nomes importantes – como a sua vitória sobre Alexandre Soca (2001). Os já referidos sucessos, juntamente com a sua extraordinária utilização da guarda rapidamente tornaram Baret num ídolo da torcida por todo o mundo. Baret competiu também no MMA, se tornando ainda num importante professor de lutas agarradas.

Baret Yoshida Jiu-Jitsu

Nome Completo: Baret Yoshida

Apelido: N/D

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Carlos Gracie > Carlson Gracie > André Pederneiras > John Lewis > Egan Inoue > Barret Yoshida

Principais Conquistas:

  • 2x Campeão Mundial Sem Kimono (2008, 2009)
  • 3x Campeão da Copa Hawaii (2004, 2005, 2006)
  • 2x Medalha de prata no ADCC (2003, 2001)
  • Medalha de Bronze no MundialSem Kimono (2010)
  • Medalha de Bronze no ADCC (2007)
  • 3x Medalha de Bronze no Pan-Americano (1997 e 1998 azul, 1999 roxa)
  • Campeão da luta casada do NAGA (2000)
  • 2x Campeão do Advanced Gi (2000 peso e absoluto – NAGA)
  • Campeão da Copa Uemura (1996)

Categoria de Peso: Peso Pena (70kg) e Pluma (64kg)

Posição/Técnica Favorita: Guarda aberta

Time/Academia: Undisputed

Biografia de Baret Yoshida

Baret Yoshida nasceu no Havaí, Estados Unidos, em 26 de Abril de 1975. Começou a treinar Jiu-Jitsu em 1996 na academia de Relson Gracie, um dos espaços mais antigos e mais reconhecidos da região. Treinou com o Gracie por alguns anos, recebendo a sua faixa roxa dele. Em 1999 no entanto ele decidiu mudar de time e ir treinar na academia dos irmãos Inoue, liderada por Egan e Enson “Yamato Damashii” Inoue.

Apesar de Baret já ter tido vitórias em campeonatos internacionais nas faixas de base, foi a sua participação no ADCC de 1999 que colocou o nome Yoshida no mapa. Baret lutou na seletiva Americana perdendo na finalo, contudo foi chamado para as finais do campeonato como substituto porque um dos competidores se machucou e não pode competir. Nesse campeonato, o jovem e inexperiente Baret deu muito trabalho para um dos mais dominadores lutadores de sempre da competição, Royler Gracie. Yoshida perdeu a chance de conquistar uma medalha mas ganhou uma legião de fãs, e foi convidado a tomar parte no torneio nos anos seguintes. Nesses anos Yoshida cimentou o seu nome como um dos melhores competidores sem pano do mundo, conquistando 3 medalhas naquele que é indiscutivelmente o mais duro campeonato de submission do mundo.

Depois de uma longa lista de conquistas, Egan Inoue graduou Baret Yoshida para a faixa preta de Jiu-Jitsu em 2001. Com o prestígio e reconhecimento, Baret lançou uma série de DVDs e um livro que tiveram uma enorme aceitação da comunidade do Jiu-Jitsu. Admirador confesso do Jiu-Jitsu sem kimono, Baret decidiu testar o MMA (artes marciais mistas). Teve um registro com alguns altos e baixos, lutando principalmente contra grandes nomes do seu tempo como Jeff Curran e Masahiro Oishi.

Baret Yoshida vs Naoya Uematsu

Baret Yoshida vs Christ Holdsworth

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN