A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Eduardo “Jamelão” da Conceição é um faixa preta de Jiu Jitsu graduado por  Romero Cavalcanti que faz parte história do esporte na virada do século 2000. Famoso por ser o enfant terrible da academia Alliance por muitos anos, ‘Jamelão’ venceu vários títulos importante como o Campeonato Brasileiro e venceu alguns dos melhores lutadores da sua geração, competidores como ‘Nino’ Schembri, Fernando “Margarida”, Jean Jacques Machado e muitos outros. “Jamelão” é também considerado por muitos como o criador da ‘Meia Guarda Funda’ ou Deep Half-Guard em particular a criação da raspada ‘Cadeira De Balanço’ ou ‘Cadeirinha’.

Eduardo “Jamelão” Jiu-Jitsu

Nome Completo: Eduardo da Conceição

Apelido: “Jamelão” pela cor de sua pele.

Linhagem:  Mitsuyo Maeda >  Carlos Gracie > Helio Gracie > Rolls Gracie > Romero Cavalcanti > Eduardo da Conceição

Principais Conquistas:

  • Campeão Brasileiro (1996, 1999)
  • Campeão Brasileiro de Equipes (1996)
  • Medalha de Prata no Pan-Americano (1996, 2002)
  • Medalha de Prata no Mundial (1996)
  • Medalha de Prata na Copa do Mundo (2002, 2003 – CBJJO)
  • Medalha de Prata no Campeonato Brasileiro de Equipes (1998)
  • Medalha de Bronze no Mundial (2000)
  • Medalha de Bronze no Pan-Americano (1996 absoluto)
  • Medalha de Bronze no Campeonato Brasileiro (2001)
  • Medalha de Prata no Campeonato de Submission de São João da Barra (2010)

Posição/Técnica Favorita: Meia Guarda, Raspagem ‘Cadeirinha’.

Categoria de Peso: Meio Pesado (88kg)

Academia: Jamelão Jiu Jitsu / Checkmat

Biografia de Eduardo da Conceição “Jamelão”

Eduardo da Conceição nasceu no Rio de Janeiro, Brasil em 1974. Começou treinando Jiu-Jitsu em criança, depois de dois dos seus amigos (Edson e Ralf Pires) o convidarem para ir numa aula na academia de Jorge Pereira, dada por Silvio Behring. Eduardo adorou e ficou nessa academia até ser graduado faixa amarela. Depois de receber a faixa amarela se mudou para a academia de Romero Cavalcanti. Como não tinha dinheiro para pagar a mensalidade, ele pediu para Cavalcanti se podia treinar de graça, fazendo em troca trabalhos na academia, algo a que Romero acedeu.

Trabalhando também como zelador numa casa de classe alta, “Jamelão” rapidamente se tornou um dos melhores competidores do time Alliance e conseguiu viajar para as competições e estudar ao mesmo tempo, principalmente devido à ajuda de seu patrão.

Infelizmente, o seu patrão faleceu e ele ficou sem fonte de rendimentos o que o obrigou a se mudar para Vitória, Estado do Espírito Santo, onde abriu a própria academia. Em Vitória ele encontrou muitas academias já estabelecidas, sendo possivelmente a de Rafael “Capoeira” a maior. De alguma forma começaram a crescer os rumores sobre quem era o melhor lutador entre “Jamelão” e “Capoeira”, o que deu origem a alguns confrontos na via pública (a dada altura Rafael apareceu com seus alunos na academia de “Jamelão” querendo invadir o espaço – o que foi relatado em uma entrevista à Tatame por Eduardo em 2007). Depois de muitos anos de inimizades e discussões, os dois decidiram levar a briga para o ringue e numa luta de MMA “Jamelão” derrotou “Capoeira” por decisão unanime em Dezembro de 2006.

“Jamelão” um pouco a fama de ser um ‘cabeça quente’, como as suas ações no Mundial de 2001 demonstraram. Na sua luta contra Fernando Pontes, o ‘Margarida’, (que venceria o campeonato) Eduardo se levantou e abandonou a luta depois de dar uma queda em “Margarida” e o juiz ter considerado uma puxada para a guarda – não valendo assim os dois pontos. Ele voltou ao tatame e lutou até ao fim, numa luta que teve momentos em que parecia que ia virar vale tudo em vez de Jiu-Jitsu. No final, depois da vitória de “Margarida”, “Jamelão” recusou apertar a mão do vencedor. Outro exemplo foi em 2010 no “5º Submission de São João da Barra”, onde “Jamelão” abandou novamente o tatame na final contra Victor Bonfim depois de uma série de pontuações não serem contabilizadas a seu favor.

Ainda que sendo um personagem controverso dentro dos tatames, Jamelão nunca deixou de ser um membro muito respeitado dentro da comunidade do Jiu Jitu, tendo estabelecido uma das melhores academias de Jiu Jitsu em Vitória. Jamelão foi também um dos membros a sair da academia Alliance para formar a academia Brasa em 2002, tendo em 2008 se juntado aos irmãos Vieira para fundar a academia Checkmat.

Eduardo Jamelao vs Fernando Margarida (Rickson Cup 2000)

Eduardo Jamelao vs Rogerio Passos (Copa Mundial 2007)

Eduardo Jamelao vs Eduardo Rios (Copa Mundial 2003)

Eduardo Jamelão (Europeu 2014)

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN