A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Fabio Gurgel é internationalmente reconhecido como um dos melhores professores de Jiu-Jitsu do mundo. O principal instrutor e líder da Academia Alliance – São Paulo, Gurgel foi também um dos melhores competidores de Jiu-Jitsu da sua geração, tendo conquistado vários títulos importantes, incluindo o Mundial, o Campeonato Brasileiro e o Campeonato Europeu. Em 2010 Fabio Gurgel colocou seu nome no livro de records do Jiu-Jitsu quando competiu e venceu o Campeonato Europeu, um dos maiores eventos do calendário da arte suave, com 40 anos de idade, apenas alguns meses antes de completar 20 anos como faixa preta.

Fábio Gurgel Jiu Jitsu

Nome Completo: Fábio Duca Gurgel do Amaral

Apelido: “General” – o apelido foi colocado por Leo Negão, um antigo aluno de Gurgel que achou que ele tinha um comportamento parecido a o de um general, devido á sua atitude de liderança dentro do time da Alliance.

Linhagem/Genealogia: Mitsuyo Maeda >  Carlos Gracie > Helio Gracie > Rolls Gracie > Romero Cavalcanti > Fábio Gurgel

Principais Conquistas:

  • 4x Campeão Mundial (1996, 1997, 2000, 2001)
  • 3x Campeão Europeu (2007 e 2009 na categoria Sénior 1, 2010 na categoria Adulto)
  • Campeão Brasileiro (1996)

Posição/Técnica Favorita: Passagem de guarda.

Categoria de Peso: Peso Pesado (93kg – 207lbs).

Academia: Alliance

Biografia de Fábio Gurgel

Fábio Gurgel nasceu no dia 18 de Janeiro de 1970 no Rio de Janeiro, Brasil. A sua primeira aula de Jiu-Jitsu teve lugar em 1983 quando ele tinha 13 anos de idade. Foi graduado faixa amarela com 14 anos e atropelou todo o mundo na faixa laranja, recebendo a azul aos 15 anos das mãos de Romero Cavalcanti. Gurgel conseguiu o seu primeiro título de “Campeão Carioca” – Campeão Estadual do Rio de Janeiro, na faixa azul e recebeu a faixa roxa com 16 anos (em 1986). Começou então a sua carreira como instrutor auxiliar na academia do seu professor (então chamada de “Jacaré Jiu-Jitsu”). Em 1988 quando recebeu a faixa marrom, Fábio Gurgel abriu a sua própria academia no Clube Federal do Rio de Janeiro.

Tendo vencido todos os maiores campeonatos que havia na faixa marrom, como a Copa Lightning Bolt e a Copa Company e sendo considerado um dos melhores faixa marrom do Brasil da época, foi legitimamente graduado para a faixa preta em 23 de Outubro de 1989 por Romero “Jacaré” Cavalcanti, se tornando o primeiro atleta graduado de faixa preta pelo lendário mestre de Jiu-Jitsu.

Fabio fez também parte do famoso Desafio Jiu-Jitsu vs Luta Livre em 1991, lutando contra Denilson Maia e vencendo no 1º round com nocaute tecnico (TKO) devido a soco da montada. Em 1993, Fabio Gurgel, junto com seu Mestre Romero Cavalcanti e os Faixas Preta Alexandre Paiva e Fernando Gurgel fundaram a “Alliance Jiu-Jitsu“, um time que viria a se tornar num dos melhores do Mundo.

Em 1994 Fábio Gurgel se muda para São Paulo e abre uma filial da Alliance nessa importante cidade brasileira, conseguindo também vencer outro título, o primeiro Campeonato Brasileiro organizado pela nova CBJJ, repetindo o feito em 1995 e em 1996, vencendo também no primeiro Campeonato Mundial – nesse ano. Em 1996 Fábio Gurgel testa seu MMA novamente, dessa vez no UFC com uma luta sem sucesso, perdendo contra o mais experiente Jerry Bohlander.

Em 1997 após mais um título mundial e um segundo lugar no “World Vale Tudo Challenge III”, onde depois de duas lutas que Gurgel finalizou, disputou a final contra o gigante Mark Kerr. A dura batalha durou 30 minutos e foi vencido por Kerr, no entanto o norte-americano quebrou ambas as mãos socando o faixa preta da Alliance, vencendo na decisão. Esse foi um evento de vale tudo na regra antiga, onde valia pisão e cabeçada mas não valia usar luvas.

Fabio Gurgel venceria mais dois Campeonatos Mundiais em 2000 e 2001. Em 2001, no Pan-Americano foi finalizado por um dos seus antigos alunos, Fernando Pontes, apelidado de “Margarida” (um apelido colocado pelo próprio Gurgel). Fábio nunca antes tinha sido finalizado em competição e isso foi um grande feito para Fernando Pontes, que venceria o Mundial em 2001.

Em 2002 Gurgel esteve no meio de uma grande polémica que quase ditou o fim da Alliance. Com a criação de uma nova federação (CBJJO) que ia contra a poderosa CBJJ (hoje IBJJF), alguns dos maiores nomes do time Alliance quiseram lutar na nova CBJJO que oferecia premiações monetárias aos competidores, enquanto Gurgel se mantinha firme em não permitir que seus lutadores tomassem parte nos eventos da nova federação, preferindo os da CBJJ. Essa luta durou até que esses lutadores decidiram se separar da Alliance, formando o time “Master” e mais tarde a Brasa (mais sobre o desenvolvimento desse pedaco de historia do Jiu Jitsu aqui), o que deixou a academia de Gurgel sem 90% do seu time de faixas preta.

Os anos passaram e a Alliance voltou a se erguer e começar de novo, conseguindo criar uma segunda geração de excelentes competidores como Cobrinha, os irmãos Langhi, Lepri, Faria, Gabi, Marcelo Garcia, Peinado e muitos outros e apesar de Fábio Gurgel ter muito sucesso como professor, como mais de 50 Campeões Mundiais a seu cargo, o espirito competitivo dele não parou de querer mais. Com a sua juventude um pouco pra tras, os títulos continuaram sendo acumulados, Gurgel venceu o Campeonato Europeu (2007, 2009 e 2010 – com 40 anos de idade), o Pan-Americano (2008) e o 3º e 4º título de Campeão Mundial por Equipes em 2008 e 2010. Em 2009 Gurgel celebrou o seu 20º aniversário como faixa preta.

Fabio Gurgel vs Ricardo Arona (Mundial 2000 Final)

Comprido vs Gurgel (Mundial 2001 Final)

Amauri Bitteti vs Fabio Gurgel (Mundial Final Open Weight Division 1997)

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN