A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Vinicius Magalhães, mais conhecido pelo seu apelido “Draculino”, é um instrutor de Jiu Jitsu responsável por elevar o jogo de lutadores como Rômulo Barral, Samuel Braga, Marcelo Azevedo, Brandon Mullins entre muitos outros, sendo que o seu método de ensino é considerado como um dos melhores de sempre no esporte. O sistema de Jiu Jitsu Draculino tem fortes raízes em Belo Horizonte, Minas Gerais e em Houston no Texas.

Vinícius “Draculino” Jiu Jitsu

Nome Completo: Vinícius Bittencourt Almeida Magalhães.

Apelido: “Draculino” surgiu através do professor de matemática de Vinícius em criança por achar que ele tinha uma aparência sombria, que nem Dracula.

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Carlos Gracie Sr. > Carlos Gracie Junior > Vinicius Magalhães

Principais Conquistas:

  • 3x Campeão do Pan-Americano (Faixa Preta 1995, 1996, 1998);
  • Campeão Brasileiro (Faixa Preta 1996);
  • 2x Medalha de Prata no Mundial (Faixa Preta 1996, 1998).

Categoria de Peso: Pluma (64Kg)

Academia: Gracie-Barra

Biografia de Vinícius Magalhães, “Draculino”

Vinicius Magalhães nasceu no Rio de Janeiro em 30 de Janeiro de 1971. Começou a praticar artes marciais com 7 anos de idade, se iniciando no Judô, um esporte que ele praticou até à Faixa Laranja. O seu primeiro contato com Jiu-Jitsu se deu mais tarde (por volta de 1984 ou 85). Vinícius gostava de surfar na zona de Quebra-Mar na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro) e muitos dos seus amigos surfistas desse lugar treinavam Jiu-Jitsu. Um dia ele decidiu fazer uma aula e rapidamente ficou totalmente viciado por Jiu-Jitsu também.

O seu primeiro professor foi Totila Jordan, também conhecido como “Pitoco”, um dos melhores amigos de Renzo Gracie (Totila Jordan seria mais tarde o fundador da Academia Infight). “Draculino” ficou com o Mestre “Pitoco” por 11 meses, até se mudar para o Gracie Jiu-Jitsu Clube (mais tarde chamado de Barra Gracie) porque era amigo e vizinho de Ralph Gracie que treinava nessa academia. O Gracie Jiu-Jitsu Clube era gerido por Jean Jacques Machado, que na época ainda era faixa roxa.

Vinícius treinava na academia Gracie sempre que podia, recebendo a sua faixa roxa de Jean Jacques Machado (que nessa altura já era faixa marrom). Pouco tempo depois de receber essa graduação, o principal instrutor da academia, Carlos Gracie Junior, assumiu o controle do time, mudando o nome para Gracie-Barra, e foi nessa altura que “Draculino” passou a ter aulas com Carlinhos, recebendo a faixa marrom e depois a preta das mãos do Gracie em 1995.

Em 1996 Vinícius se mudou para Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais, Brasil. “Draculino” abriu por lá uma das primeiras filiais da academia Gracie Barra fora do Rio de Janeiro. Vinícius “Draculino” é também formado em Direito e trabalhou como advogado por um curto período. Rapidamente percebeu que o trabalho na advocacia não era o que ele queria seguir em sua vida e começou a se dedicar ao Jiu-Jitsu a tempo inteiro.

Demonstrando o seu espírito guerreiro, Vinícius se aventurou no MMA em 2003, apesar de estar inativo como competidor por alguns anos. Derrotou Kleber Gaudino no primeiro round, finalizando no Katagatame. Lutou de novo em 2005, dessa vez com um oponente muito mais duro, o lutador da Brazilian Top Team Fabio Mello e perdeu por KO técnico (TKO). Depois de lançar as bases da sua academia em Belo Horizonte, se mudou para os Estados Unidos para abrir outra academia da Gracie Barra no Texas.

Draculino x Fernando Yamasaki (Pan Americans 1995)

Vinicius Magalhaes x “Parrumpinha”

Este post também está disponível em: Inglês

PASSWORD RESET

LOG IN