A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Oswaldo Fadda foi uma figura importante no desenvolvimento do Jiu-Jitsu no Brasil. Fadda foi o principal instrutor por detrás daquela que é possivelmente considerada a linhagem mais forte do Jiu-Jitsu depois da família Gracie e um dos poucos homens a ter atingido a graduação de faixa vermelha (9º Grau) de Jiu-Jitsu. Oswaldo Fadda se tornou uma figura influente no crescimento do Jiu-Jitsu trabalhando nos arredores do Rio de Janeiro, onde abriu a sua própria academia na década de 1950. Em tempos mais recentes, as principais academias a vir da linhagem de Oswaldo Fadda são a Nova União e a GFTeam.

Oswaldo Fadda Jiu Jitsu

Nome Completo: Oswaldo Baptista Fadda

Apelido: N/D

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Luis França > Oswaldo Fadda

Principais Conquistas: N/D

Posição/Técnica Favorita: A sua academia era famosa pelas chaves de pé.

Categoria de Peso: N/D

Academia: Academia FADDA

Biografia de Oswaldo Fadda

Oswaldo Fadda nasceu em Bento Ribeiro, uma cidade do Estado do Rio de Janeiro a 15 de Janeiro de 1921. Fadda começou treinando em 1937 depois de se juntar aos Fuzileiros Navais, e o seu professor foi Luis França um antigo aluno de Mitsuyo Maeda, que atingiu sua graduação na mesma altura que Carlos Gracie, o fundador do Gracie Jiu-Jitsu. Oswaldo Fadda recebeu a graduação de instrutor das mãos do seu próprio mestre (França) em 1942 e rapidamente começou a dando aulas de Jiu-Jitsu na sua cidade natal.

Sempre tentando promover o estilo de vida do Jiu-Jitsu e com um grande foco na disciplina e honra, Mestre Oswaldo Fadda fazia bastantes demonstrações em praças públicas, praias, favelas, em largos de igrejas e até em circo e dentro de igreja. No dia 27 de Janeiro de 1950 Oswaldo finalmente abriu a sua própria academia, totalmente dedicada ao Jiu-Jitsu, apesar de ele ser por vezes visto como um exilado pelos praticantes de Jiu-Jitsu da Zona Sul do Rio de Janeiro, que viam o seu estilo com um pouco de desdem. Em 1951 Fadda desafiou a Academia Gracie para provar o seu valor, desafio esse que foi proposto através da mídia, no Jornal Globo, a matéria dizia o seguinte:

“Desejamos desafiar os Gracie, respeitamo-los como incomparáveis adversários, porém não os tememos. Disponho de 20 alunos para os encontros.”

Hélio Gracie aceitou que seus alunos enfrentassem os de Fadda, e a luta foi marcada para a Academia Gracie. O time de Oswaldo Fadda venceu, utilizando os seus conhecimentos de chaves de pé, algo em que os Gracie não eram fortes e tem sido contra desde então, chamando isso de “técnica de suburbano”. O ponto alto da competição foi quando o aluno de Fadda, José Guimarães, botou o lutador dos Gracie, Leonidas, para dormir com um estrangulamento. O evento teve cobertura da imprensa, o que teve um efeito duplo. Enquanto que as vitórias deram ao time de Osvaldo notoriedade (e mais alunos), o mesmo trouxe também o interesse de todos os durões das cidades mais próximas que regularmente paravam na academia de Fadda para desafiar o Mestre Oswaldo e seus alunos. Esses desafios ganharam tamanhas proporções que o Mestre Fadda decidiu tirar um dia por semana onde fechava as portas da academia e lutava contra os desafiadores. Se conta que o Jiu-Jitsu nunca perdeu uma luta.

Oswaldo Fadda passou o resto dos seus dias na sua cidade natal, Bento Ribeiro, como o homem humilde que era, com seus alunos e sua família. Com a idade começou a sofrer de Alzheimer, batalhando com a doença durante anos. Por fim não resistiu à pneumonia bacteriana em 1 de Abril de 2005, com 84 anos de idade.

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN