A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Ricardo Miller, habitualmente conhecido como “Franjinha” no meio do Jiu-Jitsu, é considerado um dos melhores professores da arte suave do mundo, tendo graduado na sua famosa academia “Paragon Jiu-Jitsu” grandes nomes do mundo das lutas, como Jeff Glover, Bill “The Grill” Cooper e muitos outros.

Ricardo Miller “Franjinha” Jiu-Jitsu

Nome Completo: Ricardo Miller Chagas Ribeiro

Apelido: O apelido “Franjinha” surgiu quando Ricardo começou a treinar na academia de Romero Cavalcanti no Rio de Janeiro. O corte de cabelo de Ricardo fazia lembrar o personagem “Franjinha” da ‘Turma da Mônica’.

Linhagem: Mitsuyo Maeda >  Carlos Gracie > Helio Gracie > Rolls Gracie > Romero Cavalcanti > Ricardo Miller

Principais Conquistas:

  • Campeão Mundial (1996 faixa marrom);
  • 5x Campeão Pan-Americano (2010 Senior 2 peso & absoluto, 2007, 2006 Senior 1, 2003 Master);
  • 2x Campeão Mundial NoGi (2008, 2007 Senior 1)

Posição/Técnica Favorita: N/D

Categoria de Peso: Peso Médio (82kg)

Academia: Paragon

Biografia de Ricardo “Franjinha” Miller

Ricardo Miller nasceu no dia 30 de Junho de 1969 no Rio de Janeiro, Brasil. Cresceu numa das zonas mais famosas do Rio, o Leblon, vizinho de Copacabana. O sobrenome Miller tem origem nas raízes norte-americanas de Ricardo, o seu bisavô era americano. Se diz que a sua família tinha um moinho (mill em inglês) e com tempo o nome foi adaptado para “Miller” (moleiro). Outra particularidade de Ricardo “Franjinha” é que ao contrário de muitos dos lutadores de Jiu-Jitsu de hoje que vêm de meios mais pobres, Miller vem de uma família da classe média-alta e pode estudar num bom colégio. Descobriu o Jiu-Jitsu no final da adolescência (com 19 anos de idade) e rapidamente começou a treinar com o seu mentor, Romero Cavalcanti, na academia Jacaré, em Ipanema – Rio de Janeiro.

Na academia de “Jacaré”, Miller teve a oportunidade de treinar como muitos dos grandes nomes da sua época. Pessoas como Fábio Gurgel, Traven e “Telo” Mendes. Todo esse treinamento deu os seus frutos em 1996 quando “Franjinha” conquistou o ouro na categoria meio-pesado da faixa marrom no Campeonato Mundial. Foi graduado para a faixa preta pelo mestre Romero Cavalcanti pouco tempo depois da sua vitória no Mundial (Fevereiro de 1997), totalizando 8 anos de treinamento desde a primeira vez que pisou um tatame até à cerimónia de graduação em que recebeu a faixa preta.

Em 1997 “Franjinha” decidiu que precisava de um novo desafio na sua vida. Ricardo era já um dos professores na prestigiada academia Alliance em São Paulo (o quartel-general de Fábio Gurgel), mas depois de uma curta estadia em Santa Bárbara, Califórnia, para lutar o Pan-Americano de 1996, ele se apaixonou pelo lugar e se mudou para os Estados Unidos, vendo grande potencial para o Jiu-Jitsu nesse país.

Na Califórnia, Ricardo Miller fundou a “Paragon Academy”, uma academia que despontou na última década, se tornando um modelo ideal de excelência para academias de Jiu-Jitsu por todo o mundo, com grandes lutadores a emergirem. A Paragon é hoje famosa devido ao conhecimento técnico de seus lutadores, que produziu nomes como Jeff Glover, Bill Cooper e Tyrone Glover (o primeiro faixa preta de “Franjinha”), mas outro dos competidores de mais sucesso da academia é o seu fundador, Miller, que ainda está no ativo, lutando em eventos de elevado nível como o Pan-Americano e o Campeonato Mundial NoGi, entre muitos outros.

Franjinha Pan Am absolute Final

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN