A Historia do Jiu Jitsu, Academias, Mestres, Competidores, Resultados das Maiores Competições e as Últimas Novidades

Este post também está disponível em: Inglês

Ramon Lemos é um dos mais famosos instrutores de Jiu-Jitsu sendo também o co-fundador da famosa Atos Jiu-Jitsu, tendo formado vários lutadores de Jiu-Jitsu de top, competidores como Guilherme e Rafael Mendes, Gilbert Burns (Durinho), Rodrigo Caporal, entre outros. Ramon Lemos tem também estado envolvido no treinamento de chão de alguns lutadores de ponta do MMA, tal como o ex-campeão do Peso Médio do UFC Anderson Silva e Rodrigo “Minotauro”.

Ramon Lemos Jiu Jitsu

Nome Completo: Ramon Lemos

Apelido: N/D

Linhagem: Mitsuyo Maeda > Carlos Gracie > Carlson Gracie > André Pederneiras > Ramon Lemos

Principais Conquistas:

  • Campeão Estadual de São Paulo (2006 – fechou a chave com colega de equipe Lucas Leite)
  • Campeão do Circuito FJJ-Rio (2008)
  • Campeão do Natural Submission (2008)
  • Medalha de Prata no World Black Belt Challenge (2006)

Categoria de Peso: Peso Pena ou Leve.

Academia: Atos Jiu-Jitsu

Biografia de Ramon Lemos

Ramon Lemos nasceu no dia 25 de Abril de 1979, no Brasil. Criado em Niterói, no Estado do Rio de Janeiro, começou a treinar por influência de seu pai que também era faixa preta de Jiu-Jitsu (de seu nome Geraldo Fialho Lopes). Ramon tinha 5 anos na época e começou o seu treinamento na “Associação Oriente”, uma academia com fortes ligações à Nova União. Vários instrutores passaram pela academia da “Oriente”, mas desses, poucos tiveram mais influência na evolução de Ramon Lemos que Welton Ribeiro, Ivanilson e Alexandre “Zulu” Moura.

Quando Ramon Lemos atingiu a idade de 16 anos, ele decidiu que queria se dedicar totalmente ao Jiu-Jitsu, dedicação essa que o levou até ao quartel-general da Nova União, no Rio de Janeiro. Com a supervisão de André Pederneiras, Ramon evoluiu bastante. A forma inovadora de ensinar de Pederneiras abriu realmente a mente de Lemos e serviu de base para quando ele decidiu ser professor.

Por volta do ano 2000, Ramon foi convidado por Vitor Ribeiro e Pederneiras para abrir uma academia da Nova União em Rio Claro (Estado de São Paulo), uma oportunidade que ele agarrou com as duas mãos. Por lá ele desenvolveu o seu próprio sistema, com uma forte componente virada para o ensino de princípios morais para seus alunos e com uma forte influência evangélica. Com o tempo ele começou a se afastar da sua ligação com a linhagem da Nova União e a se aproximar mais da academia Brasa, um time com raízes mais fortes em São Paulo.

Em Outubro de 2008, a divisão na Brasa levou a que Ramon Lemos abandonasse o time e formasse a sua própria equipe. Juntou alguns amigos que partilhavam das suas fortes convicções religiosas (André Galvão e Gustavo Campos) e criou a “Atos”. O time cresceu forte com o talento criado por Ramon em Rio Claro e Gustavo em Porto Alegre, deixando a sua marca nas competições desde o começo. Rapidamente outros se juntaram ao time, até lutadores como Claudio Calasans que tinha lutado e vencido Ramon Lemos em 2006.

Este post também está disponível em: Inglês

Leave A Reply

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

LOG IN